Palavra

Anúncios

3 comentários sobre “Palavra

  1. Querida Mariana, descobri voçê e sua maravilhosa poesia rendilhada na sinfonia incrivel da sua sensiblidade enluarada hoje mesmo! A emoçâo é muito forte e minhas entanhas sacudidas por ventos vadios me fazem virar singelo,apaixonado a tudo a que toco, para jamais te poder dizer adeus! Há já 20 anos, eu também criei uma versâo africana de MULHER RENDEIRA em homenagem à minha mäe que sempre me encouragou para a música. Inutil dizer que te amo! El Kady

  2. As palavras poe vezes nem säo necessárias quando os ventos sublimes da poética nos acariciam quando chega o cacimbos das manhäs mornas para nos dizer bomdia, e que nossos corpos aquecidos pelas lembranças do além orgânico, nos däo leite de cajús ainda virgems para nos amármos por toda uma vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s