O Primeiro Amor de Maritéia

primeiro-amor-2.jpg

29 comentários sobre “O Primeiro Amor de Maritéia

  1. Que sublime! Fiquei profundamente arrepiada!!!!
    Verdadeiro deleite!!!!
    Vou além do comentário de Rayane: que m fez issso sabe viver!!!

  2. Era final de janeiro… o sol generoso agradava-me, afagava me a pele . Terno e idealmente complementar, das areias fez-se leito… e sem testemunhas , tornava-me borboleta. Dos braços protetores, apertei um pouo mais forte, era um reconhecimento mais que divino. Eu estava coberta pelo amor e nada poderia ser visto. Neste momento visitava-me e retornava com mais agilidade progressiva e com delicadeza indolor.
    Eu olhava o mar , o céu, por trás de face do meu amor, amor estava sendo feito. Ele sabia de minha meninice, e fez de maneira a me conduzir nos braços para a possibiidade de ser um só em forma de um feto, afeto; filho. Cheguei… e ele me olhava enternecido. Havia sido o amor para ele, e para mim amor havia sido. Cheguei acompanhada e adormeci nos braços deles. Meus Deus, que sensaçãos delicada, numa praia, pela primara vez, mulher eu haverá sido. E jamais deixou de ser assim, sei que ainda me guarda imaculada, nas percepções de só dele ter adormecido.
    SON de minha Lalma. Luz E Soul.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s