lente de contato

Tenho entendido que, de fato, e é possível, vejo as coisas diferentes do que são. Através de uma lente, o meu contato com o mundo é criado. O olhar, os sentidos, os poros são essa lente. Vejo chifre em cabeça de cavalo e o chamo de unicórnio.

 

Unicórnio…

 

Estou tentando aceitar a idéia de que o unicórnio existe porque só eu o vejo, mas ele é um cavalo. Dizem que isso na verdade é loucura. Eu respondo, é poesia. Mas se for loucura, tenho que me entender com ela. Não é? (Então, enfeito caixinhas de fósforos e coloco a loucura ali, guardadinha, pronta para quem quiser abrir: www.casadavovo.wordpress.com)

 

Mas acho que isso se esclareceu para mim há pouco tempo quando vi na tv uma entrevista com o poeta Manoel de Barros. Ele dizia justamente que as pessoas falavam que ele tinha um parafuso a menos. Ele prefere pensar que na verdade tem um parafuso a mais. E é este parafuso a mais que o possibilita ser o que é: poesia.

 

“Tudo o que não invento é falso.” – é frase de Manoel de Barros para se pensar muito, com todos os sentidos, e do avesso. Ver as coisa de outra forma que não a sua também é o supra-sumo da importância. Não sei até que ponto isto é possível, abandonar-se a si e lançar-se a um outro lugar. O lançamento é necessário. Mas um pé está sempre amarrado ao umbigo. Sem que esta palavra tenha o peso que costumam dar. O umbigo é necessário. Esse nozinho na barriga que lembra a origem, os vínculos, a origem desvirginada da vida. Será que consiguimos sair de nós mesmos? Acho que Wittgenstein é que dizia que “o limite de meu mundo é o limite de minha linguagem”. Eu posso expandir minha linguagem, ficar de cabeça para baixo, me transfigurar do avesso, e, assim, expandir mundos? Expandir mundos… Sim.

 

 

Um pé em si, um pé no espaço. Àrvore de raizes e asas.

 

Anúncios

5 comentários sobre “lente de contato

  1. Mas claro! É só nisso que quero acreditar! Nessa reinvenção, nessa transfiguração, no cavalo unicornio com cara de camelo. Não é preciso se despedaçar por aí, escrevo pra me reunir, e quero que assim seja da forma mais livre possível (isso que chamo de experimentação, a liberdade), porque é assim afinal que se passeia pelos campos mais verdes, é assim que se toca nos assuntos mais imersos, ahhhh profunda-mente toda vida, parafuso à mais é férias, né? (tem palavra mais linda que Férias?)

  2. A Liberdade é isso… Cada um poder olhar do seu modo… A vida é um prisma de vários ângulos. Eu quero ter um parafuso a mais ou a menos… Lindo, Mariana! Vou freqüentar mais este espaço teu, tão lindo.

  3. …se descobrir diferente, se identificar com um outro, se descobrir nem tão diferente assim, se descobrir igual.
    ..se descobrir inteiro, para que nada fique oculto aos olhos dos quem veem com lentes parecidas ou iguais as suas…

    viver em fim

    sempre lembro de vc contando que sabia virar fada quando era criança!

    eu escalava montanhas e me jogava em precipícios! acho continuo me jogando. só que agora eles são mais escuros.

    você continua fada, mas agora com curvas mais femininas. mas os poderes de bruxa ainda tem …

  4. Este é um caminho que acredito… Árvore com raízes – o que é essencial – e asas – as lentes de contato, de aumento, de poesia. Tudo isso regado à linguagem multipla, para ser possível dialogar até com o mundo aparentemente impossível.

  5. Haverá outra forma de ver a vida, que não atravez de nossas próprias lentes? Pobres e perdidos são os irmãos que não percebem isso… Não são capazes de sonhar acordados, de ver unicórnios em cavalos, e nem ver dragões em lagartixas. Ver (simplesmente) que a vida é aquilo que nossos corações querem que ela seja, repleta de poesia e fantasia ou um quarto escuro, sem janelas e com paredes de ignorância…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s