boas surpresas – quero você

anjo09.jpg 
Nestas quinta-feira tive algumas surpresas, que falavam de texto e poesia. A primeira foi do meu amigo Anderson, que tinha escrito na noite anterior um texto, um desabafo, e imprimiu 2 vias, uma para o seu amor, outra para mim. Para eu ler! No mesmo dia fomos para aula de música. O Rafa comentou alguma coisa sobre poesia. Eu disse a ele que devia escrever mais. Ele respondeu que quando a inspiração viesse… Expliquei que assim não vale. Nada sai. Nós é que devemos inspirar a nós mesmo. Pegue algum tema, leia algum poema e escreva sobre ele, eu disse. Pronto a aula começou. O professor tinha pedido para falarmos poesia, trabalhando diferenças na voz. Natália sentou numa cadeira e disse: “nossa fiquei nervosa!” e começou. Inclinou o corpo em direção ao chão e soltou seu braço em movimento fluido, ondular: “sssssssssss”, foi o primeiro som que emitiu. Depois veio “rabo de cascavel”… Me arrepiei da cabeça aos pés! Era o meu poema. Mas que danada! Caramba, foi lindo. Quase chorei. Chorei sim, por dentro. Pude ouvi-lo na voz de outra pessoa e o vi melhor, e até pude gostar mais dele. Foi muito bom Nat! Pra mim, um presentão. Em seguida, vem Rafa… figura… e avisa que acabou de escrever, pede licença ao professor e solta uma quadrinha que escreveu bem ali, pra mim (rs! Estou meio convencida hoje, está parecendo? É… é que estou convencida de que é bom receber esses carinhos, saber que gostam de você e dizer para o outro que também gosta muito dele, de graça, devemos fazer isto sempre… É bom estar convencida de si e do amor do outro e do seu amor pelos outros. Aí está a base de tudo). Lindo, lindo, Gusmão! Em casa li o texto de Anderson, que me confortou, coisas que disse são coisas que sentia naquele momento. Aqui deixo algumas passagens do que ele escreveu:

Minha alma clama por um pouco de ar.Meus olhos estão à procura do desejo.Quero licença Para viver o tempo já vivido.A brincadeira na chuva.A filosofia no alto do morro.A companhia de verdadeiros amigos.Tudo parece tão rígido, tão duro.(…)É dado o fim de um ciclo.Existem linhas tênues. O amor e o ódio.(…)Continuamos acreditando que iremos vencer. Ou melhor, que apenas um de nós terá direito à vitória.E nossa espécie se destrói. (…)O tempo é nosso senhor.Fomos aprisionados pela nossa própria criação. (…)Estabelecemos com a vida um pacto perigoso.* (…)É preciso oxigenar a vida.E ela clama.  – Anderson Corrêa

* isto me lembrou outro poeta amigo, Daniel Toffoli, no seu poema “[Esquecido numa aritmética de árvores]”, ele diz: Assinamos um contrato todos os dias com a eternidade. Eu adoro isso e é a mais pura verdade.
Outra novidade: sou a mais nova colunista da revista virtual “Quero Você”:

capa2.jpg

E tenho agora que confessar que Paloma Rosa sou eu. Um pseudônimo. Em “Quero Você” o texto é o que está no site da Paloma, mas é de Mariana Dias mesmo… rs! (Um texto antigo que escrevi na faculdade). O editorial é assinado pela fantástica, esplendorosa e gostosa jornalista Letícia Rio Branco. (Estou dando uma daquelas piruistas puxa-sacos…). Leiam tudo em: http://www.querovoce.com.br/revista/quarta-edicao/index.php
Adoro surpresas agradáveis. Quem não gosta? Me embebedo da seiva de poetas de hoje. Sou feliz porque conheço poetas. São eles que me inspiram, me ligam, com palavras. Lógico que leio os grandes, os clássicos, os “deuses”. Mas sou muito mais feliz porque troco com gente de carne e osso, o que me faz uma poeta do agora.

Anúncios

2 comentários sobre “boas surpresas – quero você

  1. Mari, Mari, Mari Dias!!! “Amigos somos, nonada.” (Grande Sertão: Veredas). Gostosa é a surpresa e gostoso é sentir o vento do brilho dos olhos emanado de quem é pego por ela. Agora, mais belo ainda, é o compartilhar; da delícia, do choro, da lágrima e do sorriso. Foi gostoso sentir-te tocada e ser tocada depois, como um círculo energético de poesia e encantos.

  2. Querida Mari, antes de tudo obrigado pelo carinho. Sabe que é a primeira vez que volto a ler o que escrevi? E quando leio o que fiz recortado por sua leitura me senti mais completo. Entendi que almas se falam. Bjs, Anderson Correa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s